Sê tu

À minha filha Clara, nos seu 14º aniversário Sê tu Nos dias alegres sê tu, minha filha, procura no teu íntimo a tua raiz e sê tu Nas noites de tormenta, sê tu, sê a erva das planícies que se verga mas não parte, sê o peixe do rio que sobe a corrente, sê a menina-mulher que procura respostas e cria o teu caminho, encontrando, no teu chão, alimento para crescer Sê justa Sê justa, minha filha, sabendo que nunca estarás só e que sozinhos não somos capazes que nem todos têm razão, mas que há alturas que a razão … Continuar a ler Sê tu