Reencontro

Para a Alexandra

Ali estava eu,
balanceando entre
as trevas e os dias,
caminhando ao sabor
das tempestades internas
que tardavam em amainar

Eis que
de tempos idos viestes,
semear de luz
caminhos sombrios,
com teu jeito
risonho,
tuas mãos carinhosas,
tua veia
aventureira.

Aqui estamos
neste chão comum
sedentos de viver
e de partilhar

Que nunca acabe a nossa sede!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.