Respirando outros ares

E assim foi.

Cheguei à nova terra, ainda longe da Terra Prometida mas seguramente a Terra Escolhida.

Que me lembre, e as coisas da memória são tão selectivas, esta é a primeira terra que verdadeiramente escolho. E o mais importante é que a escolho com a minha escolhida.
Ambos escolhemos uma terra que esperamos um dia dizer ser “nossa” e que a Clarinha, essa sim, já poderá dizer “sua”.

É agora tempo da descoberta, dos primeiros contactos, do estabelecimento de relações de comunidade.

Simbolicamente, a primeira imagem que me sugere o Pinhal Novo é uma folha:


Poderia ser uma folha em branco, prenhe de vontade de ser escrita.

Mas uma é uma folha que, num Inverno singular, antecipa uma Primavera que aí vem.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.